No âmbito do projeto “Rio Minho – Um Destino Navegável”, a rota fluvial do Rio Minho Internacional será lançada este verão, permitindo ao público usufruir deste percurso natural e patrimonial entre as Eurocidades Valença-Tui e Monção-Salvaterra de Miño.
Os municípios vão lançar um concurso internacional para alugar uma embarcação fluvial com capacidade para 20 lugares, assim como outros meios de transporte terrestes, visando a realização de rotas turísticas entre os quatro municípios ribeirinhos.
Esta ação, apoiada pelo Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal (POCTEP), INTERREG V-A 201-2020, tem como objetivo fortalecer o turismo local e valorizar o setor da economia, visando a promoção dos principais recursos e atrativos turísticos desta região transfronteiriça.
No sentido de verificar a viabilidade futura desta rota fluvial, que contribuirá para o reforço da oferta turística na região, os responsáveis dos quatro municípios banhados pelo rio Minho, acompanhados por elementos da Capitania de Tui, realizaram aquele percurso fluvial internacional.
Na “subida” do rio, participaram o Alcalde de Tui, Enrique Cabaleiro, a Vereadora, Yolanda Rodriguez, a Alcaldesa de Salvaterra de Minho, Marta Valcárcel, o Vereador de Turismo de Monção, João Oliveira, e o Vereador de Turismo de Valença, Mário Rui.
O percurso permitiu, também, confirmar as condições de navegabilidade do rio Minho, simulando as condições reais da futura rota. Nesse sentido, foi utilizada a APP Calados Salvaterra (Google Store), a qual possibilita, em tempo real, conhecer o caudal do rio e traçar a rota ideal.
Com a implementação do projeto “Rio Minho: Um Destino Navegável”, o posicionamento da região transfronteiriça sairá reforçado, assegurando uma maior centralidade turística, fortalecendo a capacidade de atração e visitação e rentabilizando os setores económicos ligados à hotelaria e restauração.