A Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) pediu aos dadores que continuem a colaborar a fazer as dádivas, apesar do Estado de Emergência.

Em comunicado enviado às redações, dizem que “está a diminuição das doações tendo em conta a atual pandemia do Covid-19”. Contudo, explicam que “os serviços de sangue continuam a necessitar de dádivas para garantir a prestação de cuidados de saúde a todos os doentes”.

Para proteger todos do novo coronavírus, o Serviço de Sangue adotou novas medidas de atendimento e colheita para “garantir segurança nas dádivas de sangue”.

“É de notar que as transfusões de sangue são sempre necessárias e essenciais para a atividade médica e cirúrgica, agora, mais do que nunca, apelamos aos cidadãos do distrito de Viana dos dadores saudáveis, sem febre, sintomas respiratórios (tosse seca, falta de ar), viagens ou contatos de risco conhecidos”, dizem na nota.

A Brigada de Recolha de Sangue vai circular pelo Ato Minho. Aqui ficam as datas e locais:

27 de março, das 0h30-12h30, no concelho de Paredes de Coura (Associação dos Dadores Benévolos de Sangue de Paredes de Coura.);

03 de abril, das 09h30-12h30, no concelho de Arcos de Valdevez (Hospital de São José);

08 de abril, das 09h30-12h30, no concelho de Monção (Biblioteca Municipal);
17 de abril, das 09h30-12h30, no concelho de Melgaço (Casa da Cultura);
24 de abril, das 09h30-12h30, no concelho de Paredes de Coura (Associação dos Dadores Benévolos de Sangue de Paredes de Coura);

30 de abril, das 09h30-12h30, no concelho de Ponte da Barca (Casa da Cultura).