O concelho de Viana do Castelo tem atualmente 493 casos ativos de covid-19. Esta informação consta do último relatório epidemiológico divulgado pela Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), que compilou os dados até às 17h30 de dia 25 de novembro.

Ponte de Lima tem 408 casos ativos. Valença apresenta 201 casos positivos de covid-19. Caminha, 184 casos ativos de covid-19. Arcos de Valdevez, 115. Monção, 79 . Vila Nova de Cerveira, 56. Ponte da Barca, 48 casos ativos. Paredes de Coura, com 32 casos de covid-19 e Melgaço tem 29 pessoas infetadas com covid-19. No total, são 1645 os altominhotos infetados com covid-19.

O número de óbitos também aumentou, situando-se atualmente nos 94 mortes.

“Desde a primeira vaga da pandemia causada pelo novo coronavírus, o Departamento de Medicina Crítica e toda a instituição têm feito um trabalho de casa notável. Conseguimos aumentar uma Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) que tinha oito camas, e profissionais preparados para este número, para as 35 camas atuais”, afirmou à agência Lusa José Caldeiro.

O diretor do Departamento de Medicina Crítica do hospital de Santa Luzia, integrado na Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), explicou que aquela capacidade foi criada através da “adaptação de uma unidade de cuidados intermédios”, transformando-a “em UCI”.

Do total das 35 camas criadas, 25 estão destinadas a doentes Covid-19 e 10 a outros doentes que necessitem de cuidados de medicina crítica. “Neste momento, das 25 camas para tratamento de doentes Covid-19, temos 21 ocupadas. Já das 10 camas para doentes não Covid-19, temos sete ocupadas”, referiu José Caldeiro.