A Câmara Municipal de Viana do castelo decretou hoje dois dias de luto pela morte do bispo da Diocese, D. Anacleto Oliveira, hoje de manhã num acidente de viação Autoestrada 2 (A2) perto de Almodôvar, no distrito de Beja.

“Foi com consternação e pesar que o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo tomou conhecimento do trágico acidente que vitimou D. Anacleto Oliveira, Bispo da Diocese de Viana do Castelo”, refere a nota emitida pela Câmara Municipal de Viana.

Fonte municipal esclarece que o falecimento foi uma “grande perda para a Diocese de Viana do Castelo, mas também a perda de uma personalidade afável, dialogante e profundamente interessada na vida das populações do Alto Minho”.

A “atividade pastoral desenvolvida por D. Anacleto com a publicação de muitos textos, reflexões e cartas pastorais de grande profundidade teológica e de profundo sentido pastoral”, acrescentam.

Informando ainda que “foi também um paladino discreto, mas muito ativo, na prossecução dos trabalhos que levaram à beatificação de São Bartolomeu dos Mártires, um processo complexo e de grande exigência, pelo que o Alto Minho, a Diocese e o País muito lhe devem”.