O autarca e alguns vianenses deslocaram-se, nos últimos dias, a Roissy, em França, no âmbito da política de internacionalização do Município.

Roissy é uma verdadeira aldeia agrícola de origem galo-romana, localizada a cerca de 20 quilómetros de Paris, a estabelecer contatos e a preparar potenciais cooperações estratégicas.

A visita de José Maria Costa e da comitiva vianense a Roissy integrou uma sessão de trabalho com os responsáveis, onde foram apresentadas as potencialidades económicas da região e abordadas formas de cooperação entre as duas regiões. No final, ficou definida ainda para o início do ano a deslocação de uma comitiva empresarial a Viana do Castelo para fortalecer as relações entre as duas comunidades, nomeadamente no setor económico.

Para além da sessão de trabalho, a delegação de Viana do Castelo visitou também as diferentes áreas de acolhimento empresarial da região de Roissy, bem como a área de apoio logístico ao aeroporto Charles de Gaulle.

Viana do Castelo tem vindo a promover a ação de internacionalização económica, permitindo a exportação de produtos endógenos e a divulgação das empresas e da atividade empresarial vianense, em que o investimento francês é já significativo a nível industrial e de serviços.

O autarca refere que o Município de Viana do Castelo e a cidade atingiram já um patamar de desenvolvimento económico que permitem olhar a internacionalização com confiança e, acima de tudo, como oportunidade de alargamento de base territorial empresarial.

Esta tem sido a política seguida pela autarquia que, através das redes de cooperação nacional e internacional, tem vindo a colocar Viana do Castelo como uma cidade reconhecida nas suas diferentes áreas de especialização, mas também criando melhores oportunidades para projetos e ações que dependem muitas vezes das redes e dos investimentos em cooperação com outras cidades.