Como colaborador da Imprensa Regional Minhota, fico furioso, triste, aborrecido com a maneira como as nossas estações televisivas, sobretudo a RTP, tratam as notícias sobre o nosso turismo. Parece que, no nosso país existe apenas o turismo do Algarve. Ora isso não é verdade. Portugal vai do Minho ao Algarve, não esquecendo a Madeira e Açores. Todos sofrem do mesmo mal devido à pandemia: falta de clientes.

Sendo assim, seria mais natural, nos telejornais, sobretudo das estações estatais, as regiões turísticas serem tratadas de igual forma. Dois pesos, duas medidas… não aceito, porque os meus impostos vão para o “bolo” do turismo nacional e não apenas para o turismo algarvio.

Ainda há dias o primeiro-ministro acabou de anunciar uma verba de 300 milhões de euros para o turismo algarvio. E para os outros, senhor PM, que têm as mesmas dificuldades, nem um euro. Desculpe, UNS SÃO FILHOS, OUTROS SÃO ENTEADOS? Não aceito. Termino como comecei, a minha indignação turística.