A obra do Conde d’Aurora é fundamental para compreender o Alto Minho, nomeadamente através do seu “Roteiro da Ribeira Lima” de 1929, onde faz uma descrição das paisagens, solares, monumentos e tradições desta região, tendo a perfeita consciência de que o progresso estava a alterar modos de vida que, de tão antigos, pareciam imutáveis. É […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.