O respeito pelos direitos de quem trabalha deve ser o mais elementar princípio de quem gere, seja ele o patrão ou o comum administrador deste. E não se fala de direitos morais, porque nessa matéria estamos muito longe do plausível. A questão é de direitos primários, consignados em lei e por isso absolutos e inquestionáveis. […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.