Em dezembro de 2016 escrevi: “O ser humano é muito contraditório. Pode mesmo dizer-se que profundamente contraditório. Como é possível que o povo americano, depois de eleger um presidente de cor, simpático, cordial, amigo do mundo, das pessoas, da paz, da natureza e preocupado com os pobres (criou um sistema de saúde para mais de […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.