Estaremos vivos enquanto quisermos. Tudo isto vem a propósito de palavras – novas nesta altura – que acabamos de receber, proferidas por um grupo de pessoas mais velhas que se familiarizaram connosco a discutir desde o tempo em que como autarca da Câmara Municipal de Viana do Castelo, levantámos a famosa controvérsia do problema dos […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.