Quando eu era janota e com alguns palmos de altura, eu falava “muito alto” para ser homem… Queria crescer. Entendia que o tempo demorava a passar! Eu dizia: Eu sei, eu sei, eu sei, eu sei. Era o começo da Primavera, mas quando fiz 18 anos, eu dizia e respondia: Eu sei, aí está, desta […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.