Na semana passada, o Governo apresentou para discussão pública o “Plano Ferroviário Nacional”, anunciando-o como estratégico, até 2050. Este plano propõe que a alta velocidade sirva as dez maiores cidades portuguesas e que a quota modal da ferrovia quadruplique no transporte de passageiros e triplique quanto a mercadorias sobre carris. O Alto Minho e Viana […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.