Os homens vacilam perante as imensas forças de destruição por eles mesmo geradas… São forças infernais que, mal contidas, começam por destruir o próprio planeta.

Músicos, Pintores, Escultores, Arquitetos, Médicos e Cientistas de várias procedências, desviam-se destes fins e fogem desta nefasta cultura belicista que, em tempos, já deu à luz a bomba atómica (os campos de concentração do regime nazi) e, agora, com o “Coronavírus” provindo da China (?)… espalha o terror por todo o Universo.

É tempo de se criar uma “UNIÃO INTERNACIONAL HUMANISTA” que acabe com este inimigo mortal que é o “RACISMO”, e o “CAPITALISMO” desenfreado que quase só explora os mais carenciados trabalhadores que vivem neste mundo…

Por este caminho destruirão a própria raça humana. Confesso-lhes que vivi, e vivo, ainda assustado com a vileza destas experiências laboratoriais físico-químicas que, em tempos (lembram-se ?) já admitiram a possibilidade na construção de uma bomba de Hidrogénio que acabava com todo o ser vivente do nosso Planeta.

Salvem-nos a Arte, a Música, a Medicina e todos os restantes cientistas que lutam pelo bem estar de todo o ser humano.

Haja a alegria e que a moral cristã – isto é, aquela que pregou Jesus Cristo, enquanto andou por este mundo, se sobreponha a tudo o mais.