Andam os Espanhóis do Presente em lutas fratricidas contra os Espanhóis do Passado, por causa do leito de morte de FRANCISCO FRANCO — herói ou contra-herói de funestíssima “guerra-civil” (1936-1939), que pusera irmãos e provocara milhões de mortos na Família Espanhola!

Porquê esta luta fratricida!? Tão só por causa do Ódio político, que mata em vida e que nem a Morte logra moderar!

O “Vale dos Caídos” — esse grandioso panteão nacional (já o visitei) mandado construir por “Franco” para sepultura condigna das vítimas guerreiras da malfadada “guerra-civil” conserva também no seu seio os restos-mortais de Francisco Franco – o cabeça dos Nacionalistas, que se debateram contra os Republicanos. Pois não é que os partidários destes da actualidade reclamam agora, passados tantos anos, que esses restos-mortais sejam retirados dali, como se foram mau fermento-contaminador da massa-pura dos outros “Tombados”…!?

E é que levam mesmo avante os seus odientos intentos…! Esses restos-mortais serão mesmo exumados e de novo sepultados num cemitério madrileno! Uns batem palmas! Outros — nada poucos — deploram tamanha lava de Ódio emanado do vulcão fraternal-fratricida!

Perante isto, eu, com menos de dez anos aquando desse guerra-civil, só me atrevo a lamentar que nem a Morte consiga extinguir tão medonhas labaredas queimando sentimentos dignos de compreensão, perdão, fraternais!

A Morte nivela pequenos e grandes, ricos e pobres, poderosos e humildes, heróis e poltrões…!

Só o AMOR constrói e enlaça, com elos de ouro, todos quantos por ele norteiam suas vidas…! O ÓDIO é destrutivo, malfazejo, roedor d´almas!

Eu creio e espero um ditoso “reino do Amor”, se não cá na Terra, pelo menos num “Além” que nos atrai e seduz…!

Foto: Público