Toda a gente sabe que a razão para a demolição do Prédio Coutinho é a sua estética. Na definição do Plano de Pormenor do Centro Histórico Viana do Castelo, por o prédio constituir “intrusão visual e discrepância volumétrica”. Ou, como afirmou o ex-primeiro ministro José Sócrates: “O Prédio Coutinho é um erro urbanístico claro!” (RTP […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.