São muitos os areosenses, e não só, uma vez que o assunto já foi ventilado em reunião da Câmara Municipal, que se interrogam por que pararam a obra na Avenida de Além do Rio, em frente às instalações da APPCDM.
Embora haja várias versões sobre o acontecido, para um completo esclarecimento, contactamos o presidente da Junta de Freguesia que nos informou que a paragem se deve ao facto de o empreiteiro da obra não ter as máquinas legalizadas, razão pela qual a PSP impediu o prosseguimento da obra. Segundo apurámos, o objetivo desta alteração seria não facilitar aos automobilistas que se deslocam para norte e desviam pela a via à direita da EN-13, quando o semáforo colocado em frente da APPCDM abre para vermelho. Ao meterem-se por essa rua, em velocidade acelerada para ultrapassarem o sinal vermelho, põem em causa a segurança das pessoas e bens, nesse expedito desvio.
Não nos cabe a nós, enquanto correspondente, julgar se o projeto é adequado ou não, mas tão-somente informar a população da causa do não prosseguimento da obra em face do excessivo tempo para a resolução do impedimento.

N. R. – Embora possa existir outra versão, entendemos que a situação terá de ser resolvida, porque, como se encontrava, de facto, facilitava fazer esse desvio sem qualquer limite de velocidade, a fim de não ter que esperar pelo sinal verde.