Vítima de doença profissional, provocada pelo seu trabalho no setor da madeiras, faleceu com 71 de idade, o nosso conterrâneo, Manuel Augusto Gonçalves Vale. Augusto Vale, enquanto a saúde lho permitiu, dedicou os seus tempos livres a diversas facetas da vida social de Barroselas. Assim, na área cultural, fez parte do Grupo Cénico de Barroselas, […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.