Mais um ano volvido e a tradição do compasso pascal cumpriu-se em Carreço nos mesmos moldes que o conhecemos desde os meados do século passado, com a mesma vivência, alegria, convívio e partilha, apenas com dois pormenores que merecem registo; o número de casas que abrem a porta ao compasso é bem menor no tempo […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.