Na segunda-feira de Páscoa, dia 18 de abril, às seis horas do início de um novo dia, faleceu com 90 anos o padre Doutor Lourenço Fernandes Alves, nascido no dia 13 de agosto de 1931, em Riba de Mouro, concelho de Monção. 

Foi depositado na igreja paroquial de Santa Maria de Carreço, cerca das 18h30 do dia seguinte, terça-feira e às 21h a comunidade Católica rezou o terço pela sua alma.

As exéquias fúnebres ocorreram às 11 horas, na quarta-feira, presididas pelo Sr. Bispo da Diocese de Viana do Castelo, D. João Lavrador, com as presenças do pároco de Carreço, padre Domingos, do Sr. Vigário Geral, Monsenhor Sebastião Ferreira, do Sr. Arcipreste, padre Nuno, de Perre e Outeiro e demais sacerdotes, totalizando muito próximo das três dezenas de sacerdotes amigos. O Ofício de Laudes foi cantado pelos sacerdotes por sua alma e a missa foi cantada pelo Coro Paroquial.

No final da celebração eucarística, o senhor Bispo fez uma pequena alocução referindo que a Família Diocesana estava em luto pela partida de um dos seus sacerdotes.

O presidente da Junta de Freguesia também fez um pequeno discurso manifestando pêsames à família, à família diocesana e a todo o povo de Carreço. O presidente da Junta, Eng.º João Pinho, agradeceu pela atividade religiosa, social e cultural, esta não só em Carreço, mas também noutros locais, como o concelho de Caminha. Agradeceu também pela prestimosa colaboração na educação, fundando o Posto da Telescola de Carreço, juntamente com o padre Flávio. O presidente da Junta terminou o seu brevíssimo discurso, mas de sentido profundo, com estas simples palavras carregadas de objetividade: “Obrigado Senhor Reitor! Obrigado Senhor Padre Lourenço!”

Seguiu-se o cortejo fúnebre para o cemitério, onde o corpo foi sepultado em campa rasa dos seus pais, conforme orientações emanadas da família. Teve o acompanhamento das bandeiras habituais do Sagrado Coração de Jesus e da Confraria das Almas e ainda mais da bandeira de Nossa Senhora da Graça e da Cruz Paroquial antiga, um pequeno gesto do reconhecimento da Paróquia para aquele que foi dela o Pastor. 

No passado dia 25 segunda-feira, sétimo dia do seu falecimento, presidiu à celebração da Eucaristia o jovem padre carrecense, João Basto, concelebrando o nosso pároco, padre Domingos, o padre Valdemiro e o Monsenhor Sérgio, este condiscípulo no seminário do falecido. Foi cantado pelo Coro Paroquial o Ofício de Vésperas por sua alma.

O padre Lourenço, como vulgarmente era tratado, deixou-nos aos 90 anos depois de um período longo de doença. As suas atividades religiosa, social e cultural, foram relevantes, assim como a do foro educativo também foi marcante, a ele se deveu em tempo a Telescola de Carreço. Como historiador deixa-nos várias obras entre ela a “Comenda de Carreço”. 

Fundou e dirigiu a “Voz de Carreço”, jornal de âmbito paroquial local, o qual na década de 60 do séc. passado era o elo entre Carreço e os carrecenses ausentes no país e principalmente no estrangeiro. Era sócio de Mérito da Sociedade de Instrução e Recreio de Carreço. Que descanse em paz no reino de Deus.