Um fogo junto à Mercês deflagrou no dia 17 de junho. Ainda mal chegou o calor e já se iniciaram os fogos na nossa terra, pois por volta das 15h, de domingo, dia 17, houve um foco de incêndio no monte, junto à capela de Nossa Senhora das Mercês.
Apesar de o terreno estar limpo, como mandava a lei, a verdade é que isso não impediu que o fogo se ateasse e alastrasse nas ervas rasteiras.


Graças à intervenção dos bombeiros rapidamente foi extinto, mas no dia seguinte, pela mesma hora, voltou a atear-se, havendo necessidade da intervenção de um helicóptero para o apagar.
E no dia seguinte, igualmente pela mesma hora, novamente se ateou e mais uma vez os bombeiros o apagaram, esperamos que definitivamente. A capela não sofreu danos aparentes.
Apela-se, uma vez mais, a que as pessoas mantenham os terrenos limpos e que haja uma consciência coletiva de alerta para que se possa evitar danos maiores.
Com as temperaturas elevadas que se tem registado nos últimos tempos todo o cuidado é pouco. Assim, evitemos fazer fogueiras para proteger a natureza e os nossos bens.

O castelense Zé Miguel, de 22 anos, que na última época fez parte da equipa do Chafé, assinou recentemente pelo Sport Clube Vianense e é mais uma opção à disposição da equipa técnica liderada por José Pequeno. O jovem é um jogador com garra e vontade de vencer, e é com os olhos postos na subida de divisão que lhe damos os parabéns por este importante passo na sua carreira. O Zé Miguel é sobrinho do nosso estimado assinante Abílio Paulo Sá, a quem endereçamos também o nosso regozijo. Ao jovem futebolista desejamos uma excelente época e que ajude o nosso Vianense a subir para a divisão a que melhor pertence.