O Centro de Vacinação do concelho de Caminha, instalado no Pavilhão de Seixas, já está pronto para iniciar a vacinação da comunidade contra a COVID-19, logo que sejam disponibilizadas vacinas e meios humanos.

O equipamento tem capacidade para 400 inoculações diárias e conta com todas as condições técnicas definidas pela Autoridade de Saúde. Para adaptar o espaço, a Câmara Municipal investiu cerca de 50 mil euros.

Este equipamento contribui para uma ação de proximidade e retira pressão aos Centros de Saúde. Como oportunamente explicámos, a Câmara ponderou a escolha do local, avaliando sobretudo as possibilidade de utilização dos pavilhões de Caminha e Vila Praia de Âncora, mas ambos estão associados a atividades escolares, e o Centro de Vacinação não poderá acumular funcionalidades. A escolha recaiu sobre o Pavilhão de Seixas, já reúne as condições exigidas, ou seja, tem disponibilidade até final do ano, dispõe de espaços amplos, boa acessibilidade e abundante estacionamento.

O equipamento foi montado pelos trabalhadores da Câmara Municipal e está agora apto a acolher, como referimos, 400 inoculações por dia. O equipamento dispõe de uma zona de administração, um gabinete médico, quatro boxes de vacinação e duas salas de vigilância, contando também com acessibilidades para pessoas com mobilidade reduzida.

Com o Centro de Vacinação pronto a funcionar, os passos seguintes prendem-se com a disponibilização de recursos humanos por parte da ULSAM e a chegada de vacinas suficientes ao Alto Minho.

O Centro de e Vacinação de Caminha estará sujeito aos protocolos de saúde em vigor para o resto do país e aos critérios definidos pelo Plano de Vacinação Nacional.