O autor destas linhas sente-se triste e muito dececionado pelo facto das Águas do Alto Minho lhe terem enviado, por e-mail, em 17 de fevereiro 2021, uma fatura que é de bradar aos céus, como a foto mostra. Analisei com muita dificuldade o conteúdo da dita fatura, pois foi muito difícil de compreender o exposto. […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.