O ferryboat Santa Rita de Cássia, que estabelece percursos diários entre as duas margens do rio Minho, de Caminha a A Guarda, interrompeu temporariamente as travessias. A embarcação está a ser alvo de trabalhos de manutenção, necessários para a renovação do certificado de navegabilidade.

Esta paragem temporária deve-se à necessidade de docagem da embarcação nos Estaleiros em Espanha, para se realizarem os trabalhos de manutenção. Posteriormente, o ferryboat será vistoriado por técnicos da Direção-geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos. Estes procedimentos, como referimos, são condições necessárias para a renovação do certificado de navegabilidade.

Não há previsão certa para a retoma das travessias.