Nasceu a 10 de julho de 1915, quando o mundo andava já envolvido há um ano no primeiro grande conflito bélico que decorreu entre 1914/1918, tendo assim completado 103 anos de vida, Amélia Gonçalves Costa. A “Amélia Palhares” por ser viúva de António Martins da Costa Palhares membro da conhecida família lanhesense detentora daquele apelido, […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.