Amanhã, sexta-feira, 18 de setembro, Márcia subirá ao palco do Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, para abrir a temporada 2020-2021 e iniciar as comemorações do 124.º aniversário do espaço.

Márcia iniciou com o EP “A Pele que Há em Mim”, seguiu-se “Dá”, “Casulo”, “Quarto Crescente” e “Vai e Vem”, editado em 2018. Este último registo é precisamente o mais recente trabalho da viagem da compositora de excelência, que inclusive já escreveu para outros artistas como Ana Moura, António Zambujo e Sérgio Godinho, entre outros.

Foi precisamente com o último disco que conquistou o Prémio José da Ponte da Sociedade Portuguesa de Autores bem como a nomeação para Globos de Ouro da SIC / Caras para a música “Tempestade”.

O ano de 2019 foi muito positivo com espectáculos por todo país, assim como concertos especiais como na edição de 2019 do NOS Alive com o duplo concerto no EDP Fado Café e a actuação surpresa no Coreto.

As cidades do Rio de Janeiro e São Paulo (Brasil) receberam as primeiras apresentações em solo canarinho. O ano de 2019 acabou da melhor forma com concerto da Márcia no Coliseu de Lisboa.

No presente, Márcia apresente um espectáculo impactante em que as suas canções são pautadas por uma narrativa de luz muito personalizada.