Laurinda Figueiras começou por abordar a Festa de Natal, que a Ronda Típica realizou no dia 30 de novembro, reatando uma tradição que a pandemia tinha cancelado, na qual, sem que disso tivesse conhecimento, foi alvo de uma bonita e sentida homenagem por parte dos elementos da Ronda Típica a que chama de “Família Rondina” […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.