São muitas as emoções que muitos santamartenses retêm no baú das suas memórias relativamente às festas de Santa Marta. Uma combinação singular entre admiração e fé pela padroeira Santa Marta e um arrumar a um canto com as tristezas, porque agosto é para ser vivido na alegria de todos os encontros, sem escolher idades. Mas […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.