E tudo começou com a celebração da Missa da Última Ceia, na Quinta-feira Santa. Com prescrição de todas as normas de segurança determinadas pela DGS e aconselhadas pela CEP, os fiéis não encontraram quem representasse os apóstolos na cerimónia do Lava-pés, mas sentiram-nos bem presentes nas doze velas aos pés do Altar-Mor. A fé cintilava […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.