Os Serviços de Acção Social da Universidade do Minho (SASUM), no âmbito do seu Plano Estratégico de Sustentabilidade, iniciaram, em 2018, a implementação de um Sistema de Gestão Ambiental, transversal a todas as suas atividades e comum a toda a sua estrutura organizacional, tendo como base o referencial normativo ISO 14001:2015. Depois de mais de um ano de trabalho, a Organização obteve aprovação positiva, tornando-se, assim, nos primeiros Serviços de Acção Social do país a obter tal distinção.

Para a persecução deste objetivo, foi levado a cabo um trabalho de reavaliação de toda a sua conformidade legal, foram definidos e operacionalizados diversos indicadores de controlo e desenvolvidos múltiplos projetos específicos, tendo em vista a melhoria do desempenho ambiental dos Serviços, em todas as suas áreas de missão. “Foram também identificados os aspetos ambientais mais significativos da Organização, que serviram de base para a conceção e implementação de estratégias de curto, médio e longo prazo, que possibilitaram aumentar a resiliência ambiental de toda a Organização e contribuir, de uma forma efetiva, para o combate às alterações climáticas e societais verificadas nas últimas décadas”, referiu Diogo Arezes, do Gabinete de Sustentabilidade.

 

No mesmo processo, os SASUM viram ainda renovadas as certificações referentes ao seu Sistema de Gestão da Qualidade e Sistema de Gestão da Segurança Alimentar pelos referenciais ISO 9001:2015 e ISO 22000:2005, respetivamente. Estas normas vêm, assim, contribuir para a promoção, junto da comunidade académica, de uma confiança nas atividades diárias dos SASUM como agente ativo na promoção de boas práticas de prestação de serviços e concessão de apoios nas seguintes áreas: Bolsas de Estudo, Alimentação, Alojamento, Apoio Médico e Psicológico, Atividades Desportivas e Culturais.

 

Esta distinção é o resultado de uma estratégia de atuação holística e transversal que tem como objetivo central a redução da pegada ambiental, a promoção de um crescimento sustentável de toda a região e o reforço da qualidade de vida e o bem-estar de toda a Comunidade. Recorde-se, neste âmbito, que a Universidade do Minho foi considerada, muito recentemente, a 55.ª universidade mais sustentável do mundo e a número 1 em Portugal, de acordo com o UI GreenMetric World University Rankings 2019.