Quando em janeiro de 2013 foi aprovada a Lei da Reorganização Administrativa do Território das Freguesias, ficava o mote lançado para as eleições autárquicas que se haviam de realizar a 29 de setembro desse mesmo ano: como seria trabalhar conjuntamente com mais duas freguesias? Aparentemente, seriam três freguesias amigas e não seria difícil trabalhar nos […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.