Hoje, 10 de janeiro, às 22h, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, Miguel Ângelo apresenta a um concerto integrado na tour NOVA (pop), com alguns convidados.

No ano em que celebra 35 anos de carreira, Miguel Ângelo editou NOVA (pop) a 15 de Novembro. Neste álbum o artista colabora com novos nomes da música portuguesa: Filipe Sambado, Chinaskee, D’Alva e Surma.

O primeiro single, Nova, foi apresentado em Setembro e resulta da ação diretade Filipe Sambado e Chinaskee sobre demo de Miguel Ângelo, que com liberdade total e autonomia participam nele e assinam a sua produção.

O segundo tema foi apresentado em outubro. Aquista resulta da colaboração entre Miguel Ângelo e Surma, no campo da composição e produção.

O ponto de partida foi um pequeno livro de Herman Hesse, ao qual o autor roubou o título e o ambiente de que necessitava para se inspirar.

A experiência sonora em Aquista transporta-nos para uma dimensão hermética – ao mesmo tempo bela e delicada – numa assombração derivada da estadia de Hesse nas Termas de Baden, Suíça, no ano de 1923.

Quimera foi o terceiro tema a ser revelado e é o feliz resultado da colaboração de Miguel Angelo com os D’Alva. Com Ben Monteiro e Alex D’Alva Teixeira como timoneiros, Quimera é a viagem perfeita da pop que os une entre o passado, o presente e o futuro da música popular. Gravada entre os lendários estúdios dos Delfins (1 Só Céu, Cascais) e a cápsula do tempo dos D’Alva, as referências geracionais ondulam num puro groove pop que serve como base de uma das canções mais clássicas que o artista editou a solo.

Apresentado a 18 de novembro no Arena Live do Casino Lisboa, a 10 de janeiro, num concerto muito especial e com convidados de excelência, NOVA (pop) é apresentado ao vivo no Teatro Diogo Bernardes.