Hoje, dia 20, a freguesia de Venade, em Caminha acolhe a iniciativa “Lagarada tradicional”.

Após terem vindimado as uvas nas vinhas de alguns benfeitores que as ofereceram para a festa, foram trazidas para o centro paroquial, de onde sairão logo à noite.

Às 20h será celebrada a Eucaristia. Hoje a intenção, segundo o padre Paulo Dias, “é de acção de graças pelos benefícios recebidos, de modo especial as colheitas. Visto toda a igreja paroquial estar ornamentada com frutos e sementes, será feita a bênção dos frutos novos, dando graças a Deus pelas bênçãos que da Sua Mão Poderosa recebemos”.

Às 20h58, enquanto as pessoas degustam os petiscos servidos na zona da merenda, entra no recinto da festa a Rusga da Serra d’ Arga, com os típicos cantares do nosso Alto Minho.

Tudo é vivido num ambiente de alegria espontânea e genuína, enquanto se canta e baila, como em tempos de outrora!

Neste ano, há a atuação do Grupo de Cavaquinhos da vizinha freguesia de Riba de Âncora, que trará a sua alegria, amizade e tradição para nos ajudar a viver a festa.

Entretanto, no meio dos cantares e as danças tradicionais, os “jornaleiros” trazem os cestos carregados de uvas, que são raladas a fim de produzir o vinho, “fruto da videira e do trabalho do ser humano”.

Este é o momento culminante da noite, em que trazemos as uvas para serem transformadas no líquido que “alegra o coração do homem e faz feliz o coração da mulher!”