No passado dia 27 de janeiro faleceu Matilde da Conceição Fernandes Caldas Ribeiro, nascida a 23 de novembro de 1946, viúva de José Forte Ribeiro e reformada. A Matilde ficou viúva ainda muito jovem, com uma filha e um filho.

O seu pai emigrou para a Argentina, onde se manteve até ao seu falecimento, assim como o seu irmão António, que emigrou há mais de 50 anos e por lá continua.

Procurei-o e não consegui encontra-lo, só muito mais tarde e através do Facebook pude estabelecer contacto. Mas a Matilde teve como missão cuidar da mãe, que ficou acamada por bastante tempo e cuidar dos dois filhos, a Isménia e o Paulo. A vida não foi nada fácil para a tia Matilde, da Pureza como era conhecida, vítima de vicissitudes, aliada a uma doença degenerativa que lhe provocou uma dependência total, mas graças aos filhos, Isménia e ao Paulo, que sempre contribuíram para que nada lhe faltasse.

O seu funeral foi uma manifestação de pesar que tornou a igreja pequena para todos os que quiseram ser solidários com a Matilde. Aos seus filhos, os nossos sentimentos e parabéns por tudo o que fizeram pela Matilde, que bem mereceu. Sentidos pêsames à Isménia e ao Paulo.