A Comissão de festas de São Martinho, Santo António e Senhora dos Emigrantes que tradicionalmente realizava as festividades na primeira semana de agosto, mas por imperativos legais provocado pelo surto do coronavírus viu-se impossibilitada de concretizar este evento que servia para são-convívio fraterno entre os inúmeros conterrâneos e sobretudo emigrantes que nestes dias estavam sempre […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.