Na atualidade da nossa sociedade, a acupuntura é vista como uma terapêutica alternativa que demonstra ter bastante eficácia em situações de degeneração osteoarticular e dores musculares, porém esse conceito é bastante limitado.

A acupuntura já tem demonstrado que faz parte da recuperação e otimização de vários desportistas de alta competição. Felizmente, esta solução pode ser aplicada a bastantes utentes que, independentemente da sua idade, desejam recuperar das suas lesões desportivas, sejam elas a nível de competição ou por lazer.

Esta solução terapêutica tem sido a chave principal para o sucesso de muitos casos clínicos das nossas clínicas, pois conseguimos ter a polivalência de fusão entre o diagnóstico e avaliação da valência de fisioterapia, com a aplicação de um tratamento executado pela acupuntura e tecnologicamente desenvolvido pelo auxílio da eletroacupuntura. Importante referir que será sempre solicitado ao utente exame auxiliar de diagnóstico (Raio-X, TAC, RM, Ecografia, eletromiografia, etc) sempre que se justificar, pois só assim se reúnem as condições de segurança para um tratamento seguro e desprovido de efeitos secundários.

Acredito que estamos em tempo de mudança e as ferramentas sociais também criam tendências que incluem a prática de desporto. Isto é positivo, na metodologia certa!

É nossa recomendação que a prática desportiva deva ser sempre contínua e, em primeira instância, estará sempre a nossa saúde e só depois o patamar estético. O grau de exigência estético, por vezes, leva a uma prática desequilibrada, provocando desgaste precoce sobre articulações, roturas musculares, tendinites e bursites sem conta ao longo do ano.

Pois bem, é neste campo que desejo ser interventivo, dado que cada vez mais temos recebido lesões, ou por carga excessiva, ou por repetições excessivas, o que leva consequentemente a imobilização e a um maior tempo em recuperação para voltar ao mesmo patamar de desempenho físico.

A acupuntura é uma terapêutica que consegue ter boa resposta e eficácia, seja em recuperação de lesões como também na otimização do rendimento desportivo. Grandes figuras do mundo do desporto têm revelado, ao longo dos anos, que a medicina chinesa tem sido um complemento fundamental para uma rápida recuperação e evidenciam que a fitoterapia (medicação natural) consegue ter uma boa ação no tratamento e manutenção, sem que seja considerado “doping”.

Quando praticada por profissionais de saúde detentores de cédula profissional emitida pela ACSS (Administração Central do Sistema de Saúde), a acupuntura é uma terapêutica legal, indolor e segura.

(*) Especialista em Acupuntura