Anualmente, cerca de 17 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem um primeiro evento vascular cerebral. O Acidente Vascular Cerebral (AVC) constitui, assim, uma das principais causas de mortalidade, mas também de morbilidade e perda de anos de vida saudáveis, sendo que cerca de um terço dos doentes se tornam dependentes de terceiros para as atividades da vida diária.

Além dos défices neurológicos decorrentes do evento vascular, podem surgir no pós-AVC sintomas psiquiátricos, quer da esfera afetiva, quer cognitiva, quer comportamental. Dentro destes, os mais comuns são os sintomas depressivos, de ansiedade, a apatia e a instabilidade emocional.

(Foto: Notícias | Portal da Enfermagem)