Este 29 de setembro de 2020 vai ser diferente. Vai ser diferente porque o lema é diferente. “Use o coração para prevenir as doenças cardiovasculares”. Todos os anos a World Heart Federation (a Federação Mundial do Coração) escolhe uma mensagem que incentiva as pessoas a serem mais saudáveis.

Vai ser diferente porque a Fundação Portuguesa de Cardiologia não vai poder estar junto das pessoas a dar-lhes conselhos, a promover mudanças de comportamento e a ajudá-las a ser mais saudáveis. Este ano o Dia Mundial do Coração vai ser predominantemente virtual.

Fui ao dicionário e procurei a palavra “virtual” e encontrei que, informaticamente, virtual quer dizer simulado por programas de computador.

De facto, este ano as redes sociais, as internets, as intranets vão ser de uma grande ajuda. As mensagens vão ser escritas, ajudadas com algumas imagens, algumas mensagens simples, apelativas, bem sistematizadas e adaptadas, tanto quanto possível, ao ambiente informático onde serão emitidas.

Para quem não está familiarizado com estas novas tecnologias, para quem não tem um smartphone ou um tablet, as mensagens também lhes irão chegar graças às rádios, à televisão, aos jornais e revistas. Estes meios de comunicação estão, sempre estiveram, próximos da população por muito longe que possam estar dos grandes centros e por muito pouco familiarizados que estejam com estes novos equipamentos que os mais novos dominam.

Acreditamos que, com as nossas mensagens, iremos conseguir mudar, pelo menos, a opinião que as pessoas possam ter relativamente a vários fatores de risco. Mudar a opinião que se possa ter sobre os riscos da tensão arterial alta, ou do colesterol elevado, do excesso de peso, da diabetes. Mudar a opinião é meio caminho andado para se mudar a atitude das pessoas relativamente a estes riscos para a saúde. Queremos que, ao ouvir-nos, se lembre do seu amigo, do seu vizinho ou do seu familiar que não deu a devida atenção aos riscos que corria. Queremos que pense que está nas suas mãos não seguir os mesmos passos e ter as mesmas complicações e desfechos que eles tiveram.

Queremos que pense que as alternativas que lhe apontamos podem ser conseguidas, fazendo pequenas mudanças e pequenas alterações na sua vida. No fundo queremos desafiá-lo. Não queremos obrigá-lo. Uma coisa é certa, a mudança, por muito pequena que seja vai ser uma mais valia para si e para os seus que, por “força” das suas novas circunstâncias irão mudar também, e talvez os seus amigos, com uma pontinha de inveja, vão lhe seguir os passos.

Mas virtual também poderá significar “que existe em potência”, “susceptível de se exercer ou realizar”.

É isso, ser mais saudável é suscetível de se realizar, existe em potência, desde que o faça com o coração. O lema deste ano do Dia Mundial do Coração diz isso mesmo. USE O CORAÇÃO PARA PREVENIR AS DOENÇAS CARDIOVASCULARES. Use o coração para ser mais ativo, use o coração para fazer opções alimentares mais saudáveis, use o coração para deixar de fumar.

USE O CORAÇÃO PARA SER MAIS FELIZ. Faça-o por si e pelos seus.