Tecnicamente falando, uma ciatalgia poderá ter diversas origens, porém vulgarmente se encontra associada ao acentuado desgaste prematuro dos discos vertebrais ao nível da sacrolombar ou pelo somatório das sequelas de pequenos traumatismos ao longo da vida.

Como se manifesta?

Dor ao longo da perna; adormecimento ou formigueiro desde a anca até ao pé; falta de mobilidade; dor no fundo das costas, diminuição da sensibilidade do pé; sensação de frio ou até mesmo como se tivesse a escorrer água pela perna. É importante referir que a afetação pode ser um ou ambos os membros inferiores.
Fruto da evolução técnica da acupuntura e mais precisamente da eletroacupuntura, é possível solucionar ciatalgias em cada vez menos sessões e menos tempo em tratamento o que se traduz numa terapêutica alternativa com resultados de alta eficácia e sem contraindicações.

Contudo, em alguns casos clínicos, a resolução poderá ter outro caminho terapêutico que poderá ser bem mais simples, falo mais concretamente em perder de peso! Ao emagrecer a compressão sobre diversas estruturas que compõem a nossa coluna e respetivos canais nervosos é substancialmente inferior logo podemos concluir que existe uma proporção direta entre a diminuição de o peso do utente e a intensidade da ocorrência da ciatalgia.

Manter o peso incorreto ao longo da vida aumenta sempre a probabilidade de vir a sofrer com problemas osteoarticulares, por isso aproveito conscientemente o tempo de antena para sensibilizar a todos, que aproveitem este incentivo de bom tempo que ainda perdura, para corrigirem agora a sua saúde a fim de evitar futuras doenças.

Especialista em Acupuntura