Você já passou por essa situação, ou conhece alguém que tenha? O dentinho de leite começou a mexer, até que um dia, para alegria dos papais e da criança, caiu naturalmente. Começou-se então a espera pelo aparecimento do dente definitivo, também chamado de dente de adulto. Infelizmente o tempo passa e o esperado dentinho não aparece. Os pais ficam preocupados, a criança ansiosa, e nesse momento nos perguntamos: O que devemos fazer? Consultar um médico dentista será muito importante para descobrir o que está acontecendo. Procedimentos simples efetuados por um profissional habilitado poderá pôr fim a essa espera.

A erupção dentária é uma das características que indicam o crescimento de uma criança. O aparecimento dos dentes de leite (dentes decíduos) é motivo de felicidade para muitos pais. Porém, nem sempre esse desenvolvimento ocorre de maneira correta, o que faz com que os médicos dentistas recorram a alguns procedimentos.
Alguns obstáculos podem atrapalhar o nascimento e desenvolvimento adequado dos dentes de uma criança. O mais comum é a presença de tecidos fibrosos demais na gengiva, o que dificulta que o dente consiga ultrapassar esse tecido resistente. Outras vezes, o dente não está bem posicionado, o que dificulta a sua saída para a cavidade bucal. Em alguns casos, o dentinho tão esperado pode não estar presente (anodontia). Cada caso deve ser avaliado individualmente, muitas são as soluções e caberá ao dentista indicar a solução ideal para o seu paciente.
Na Odontopediatria essas situações são comuns e podem acarretar em transtornos, não só para a dentição em desenvolvimento mas também para a mastigação, fala e auto-estima da criança. Consultar um profissional especializado será fundamental para uma investigação. Após o diagnóstico e confirmação no exame radiográfico, cabe ao profissional fazer a indicação correta do procedimento de acordo com o diagnóstico.
Para os pais e cuidadores da criança cabe uma observação cuidadosa. O momento da troca de dentes deve ser acompanhado pelos responsáveis da criança e também por um médico dentista. Qualquer alteração deve ser comunicada, investigada e solucionada impedindo que danos maiores venham a ocorrer.
Se o seu filho, parente ou amiguinho perdeu um dente de leite de forma natural
(espontaneamente), e após um período de três meses o dente permanente ainda não deu
sinal, é hora de consultar um dentista. Ele fará o necessário para solucionar essa situação.
(*) Médicos Dentistas

(Imagem: “Sorrisologia”)