É uma realidade evidente, os médicos, normalmente, têm uma acentuada tendência para a escrita, para as artes e para a cultura em geral: Abel Salazar, Miguel Torga, e Fernando Namora, no seu tempo, eram médicos e foram grandes escritores, tal como hoje o é Lobo Antunes, que também já exerceu a medicina. Nas artes, entre […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.