O ator Luís Vicente participa no espetáculo de teatro Improvável, no próximo dia 22 de junho, sábado, na Sala Principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo.

Trata-se na obra do reencontro improvável entre dois homens que antes se haviam cruzado em dado momento e circunstância das suas vidas em papéis opostos. Eram então ambos jovens. Conheceram-se na tristemente célebre Rua António Maria Cardoso, na sede da PIDE/DGS. Um era prisioneiro político e o outro o seu algoz. Um foi torturado, o outro foi o seu torturador.

A Companhia de Teatro do Algarve, responsável pelo espetáculo, integra o Circuito Ibérico de Artes Cénicas, assim como o Teatro do Noroeste – CDV, que promove mais este Acolhimento do Noroeste.

Este espetáculo tem a particularidade de tratar um texto original da autoria de José Martins, encenador fundador do Teatro do Noroeste – CDV e seu diretor artístico entre 1991 e 2003.

Para Ricardo Simões, atual diretor artístico da companhia vianense “é mais um motivo de interesse da peça, que conta com dois excelentes atores, o Pedro Monteiro e o Luís Vicente, que também encenou o espetáculo e que é uma referência nacional, para além de diretor artístico da Companhia de Teatro do Algarve. Quem não se lembra dele, por exemplo, na série “Duarte e Companhia?”.

No final haverá uma conversa entre os atores e o público, o habitual Digestivo – Conversas Pós-Espetáculo.

Os bilhetes estão disponíveis, custam entre quatro e 10 euros e podem ser reservados através do email tmsm@cm-viana-castelo.pt ou diretamente na bilheteira do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo.