Amanhã, sexta-feira, primeiro dia de fevereiro, o Continente estará com aviso vermelho devido a rajadas de vento forte, que podem atingir os 110km/hora.

A meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Maria João Frada, disse, à agência Lusa, que “amanhã [sexta-feira] vamos ter uma intensificação significativa do vento sobretudo no litoral e nas terras altas com rajadas no litoral oeste de 75 Km/hora e de 85 Km/hora a norte do cabo Raso, atingindo a região da Grande Lisboa. No entanto, será no litoral a norte do Cabo Mondego que as rajadas serão mais intensas podendo atingir os 110 quilómetros por hora”.

A Capitania do Porto de Caminha já tinha enviado, às Redações, um comunicado a alertar para o agravamento das condições no mar, a partir de quinta e até sábado.

Aquela força de segurança explica que os passeios perto da zona de rebentação devem ser evitados, assim como nas praias e nas zonas de pedra e rocha junto à orla costeira. A Capitania recomenda ainda para a proteção das infraestruturas, como bares e restaurantes, que estarão mais vulneráveis e aconselhou a especial atenção ao período da preia-mar.