O candidato do Aliança à Câmara de Viana do Castelo propôs a criação de um Bairro das Artes para o centro histórico, aliando as sinergias de duas instituições ligadas ao ensino da música à recuperação de património daquela zona da cidade.

Em declarações à agência Lusa, no final de uma ação de campanha na Escola Profissional Artística do Alto Minho (ARTEAM), o cabeça de lista Rui Martins explicou que face, à proximidade daquela instituição com a Zé Pedro Associação Musical, ambas situadas no centro histórico, aquela zona “tem o perfil ideal para ter um Bairro das Artes” dotado de “ateliês de pintura, escultura, entre outras formas artísticas”.

“Pode ser um Bairro de Artes fabuloso com densidade cultural que possa irradiar atividade, permanentemente. Há aqui tanto edifício para ser reabilitado que era facilíssimo criar as condições necessárias”, afirmou o arquiteto, de 67 anos.

A ARTEAM iniciou a sua atividade em 1992, então como Escola Profissional de Música de Viana do Castelo (EPMVC), sob a alçada da Fundação Átrio da Música (FAM), criada em 1999.