A CDU – Coligação Democrática Unitária anunciou, quarta-feira, intenção de reunir com a direção do Sport Clube Vianense, depois de, no início da semana, fonte do Vianense lamentar que todas as candidaturas à autarquia vianense não apresentaram projetos para o clube.

“A CDU reconhece a relevância que o Sport Clube Vianense, Clube centenário do nosso concelho tem na cidade, no concelho e mesmo na região. A sua atividade desportiva, formativa, social e recreativa não passa, nem nunca passou despercebida aos eleitos da CDU, seja na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e mesmo na União das Freguesias de Viana do Castelo, que sempre tem apoiado as iniciativas do Clube”, refere fonte do clube.

Fonte da CDU garantiu que “ficaremos disponíveis para uma visita às instalações, logo após as eleições, não esquecendo contudo, que ainda recentemente estiveram no Estádio Dr. José de Matos vários elementos da lista candidata à União das Freguesias de Viana do Castelo (Santa Maria Maior e Monserrate) e Meadela”.

CDU quer abrir extensões de saúde nas freguesias

A cabeça de lista da CDU à Câmara de Viana do Castelo defendeu esta quinta-feira a manutenção e reabertura das extensões de saúde nas freguesias do concelho, e a criação de respostas integradas, descentralizadas em algumas especialidades médicas.

Em declarações à agência Lusa à margem de uma ação de campanha, Cláudia Marinho, da coligação PCP/PEV, apontou como exemplos “a reabertura das extensões de saúde de Carreço e Afife, e assegurar a manutenção de funcionamento de outras unidades existentes no concelho”.

“É uma das nossas medidas. Tem a ver com a qualidade e o bem-estar da população. É um serviço público que acaba por descongestionar os centros de saúde do concelho”, sublinhou.

Sobre a criação de respostas integradas, descentralizadas em algumas especialidades médicas, destacou a cardiologia e a cirurgia cardiovascular.

“Podem passar a ser canalizadas para outros espaços que não seja o hospital [de Santa Luzia, integrado na Unidade Local de Saúde do Alto Minho], que está sobrecarregado”, alertou, adiantando que outra das propostas da CDU é “incentivar políticas preventivas e de reintegração na área da saúde mental nas diversas freguesias do concelho”.

A candidata da CDU à presidência da Câmara de Viana do Castelo indicou que a coligação “irá continuar a lutar contra a municipalização da educação”.

“Achamos que a educação é uma área bastante delicada e que não pode estar sob tutela só do município. O Ministério da Educação tem de permanecer como prioritário na educação e nas escolas”, especificou.

Aumentar “a oferta formativa do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) com base na análise das necessidades da região” e apostar “na criação de mais cursos profissionais também assentes nessas necessidades” são outras das medidas propostas pela CDU.

“Este ano, os fundos comunitários permitem criar mais cursos profissionais que são necessários para a região”, explicou, acrescentando ser preciso “reforçar a ação social escolar”.