A Howa Tramico inauguro, na última semana,, em Viana do Castelo, a sétima fábrica do grupo, que vai representar um investimento de 10 milhões de euros até ao final de 2019.

A fábrica agora inaugurada é a sétima unidade da Howa Tramico em Portugal e vai fazer a cobertura de toda a região ibérica, tendo uma área coberta de 7500 metros quadrados, com possibilidade adicional de 5000 metros quadrados. A empresa japonesa assume-se como o primeiro e único fabricante de tetos de automóveis em Portugal e a nova unidade deverá atingir 15 milhões de euros de volume de negócios anual até 2019.

Atualmente, a fábrica emprega 40 pessoas, devendo chegar aos 70 trabalhadores num futuro próximo, já que foram já garantidos três contratos com dois fabricantes de automóveis.

Durante a visita às novas instalações, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, assegurou que o investimento em curso em novas indústrias no concelho é de 230 milhões de euros, sendo que o setor automóvel representa 132 milhões de euros, prevendo-se até ao final de 2019 a criação de 1800 empregos.