último dia 24, um ciclo de tertúlias/conferências em que pretende abordar a colocação em valor de recursos do território do Alto Minho e da Região Norte, tendo a cultura como um dos recursos a que não estamos habituados a relevar como valorizável. Inclui nos recursos culturais o vinho e as suas manifestações de tradição e […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.