O novo bispo de Viana do Castelo vai tomar posse no próximo dia 27 de novembro no centro pastoral Paulo VI, em Darque. D. João Lavrador vai estar presente numa conferência de imprensa anterior à tomada de posse durante a qual a Diocese de Viana do Castelo vai apresentar o novo site. Já no dia 28, pelas 15h30, decorrerá a Eucaristia de Entrada Solene do novo Bispo, na Sé Catedral, com a presença de autoridades civis, eclesiásticas e militares. 

D. João Lavrador será o sucessor de D. Anacleto de Oliveira, que faleceu vítima de um acidente de viação, em setembro de 2020, quando regressava a Viana do Castelo após as suas férias. 

D. João Evangelista Pimentel Lavrador nasceu a 18 de fevereiro de 1956, em Seixo, concelho de Mira, Diocese de Coimbra. 

Em 1967 entrou no Seminário de Buarcos e, no ano seguinte, no Seminário Menor da Figueira da Foz, frequentando as aulas no Liceu da Figueira da Foz. Em 1972 transitou para o Seminário Maior de Coimbra, completando os estudos liceais em 1974, prestando provas de exame no Liceu Dom Duarte em Coimbra. 

Entre 1974 e 1980 frequentou o Instituto Superior de Estudos Teológicos (ISET), terminando o curso de Teologia em 1980. Fez parte, como aluno, da Comissão Directiva do ISET, durante vários mandatos. 

Após a ordenação sacerdotal em Coimbra, a 14 de junho de 1981, foi colocado como vice- pároco na paróquia de Pombal onde se dedicou especialmente à Pastoral Juvenil. Durante este período, lecionou nas Escolas Preparatória e Secundária de Pombal a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica. 

Em 1984, trabalhando no Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil, revela-se um valioso colaborador do Bispo. 

Em 1986, integra o Conselho Presbiteral sendo escolhido para Secretário. Entre 1988 e 1990, frequentou a Universidade Pontifícia de Salamanca, terminando a sua licenciatura canónica na área da Teologia Dogmática com a apresentação da Dissertação «O Laicado no Magistério dos Bispos Portugueses, a partir do Vaticano II». 

Em 1991 fez o curriculum escolar para o Doutoramento, cujo grau obteve em 1993, apresentando e defendendo a tese «Pensamento Teológico de D. Miguel da Annunciação – Bispo de Coimbra (1741-1779) e renovador da Diocese». 

Em 24 de setembro de 1991, é nomeado Reitor do Seminário de Coimbra. 

Em 21 de setembro de 1997, passa a exercer o cargo de Pró-Vigário Geral da Diocese, e é designado membro do Conselho Episcopal e seu Secretário. Em 19 de outubro de 1998, é nomeado Diretor do Instituto Universitário Justiça e Paz e coordenador da Pastoral Universitária de Coimbra. Em 11 de agosto de 1999, é nomeado Cónego do Cabido da Catedral e Capelão do Carmelo de Coimbra. Entretanto, a Conferência Episcopal Portuguesa designa-o Secretário da Comissão Episcopal da Cultura, ds Bens Culturais e das Comunicações Sociais. 

Em 7 de maio de 2008 é nomeado Bispo Titular de Luperciana e Auxiliar do Porto. Em 29 de setembro de 2015 é nomeado Bispo Coadjutor de Angra, passando a titular a 25 de março de 2016. Desde 2017, é presidente da Comissão Episcopal da Cultura, dos Bens Culturais e das Comunicações Sociais.