Cerca de uma dezena de moradores do Edifício Coutinho (EC) entende continuar no seu direito de não ceder à tomada de posse administrativa daquele prédio pela VianaPolis. Defendem sua fracção como propriedade privada daquele edifício. E nada têm a perder, que a venerável idade lhes confere e a resiliência reforça.

Sempre defendemos o não derrube deste emblemático Edifício, tanto pela “eficácia” da retroacção da DUP (declaração de utilidade pública de 2005!), passados 30 anos de construído e totalmente habitado; como, também, pela perversão assumida pela Câmara Municipal no derrube, em 2011, do Mercado moderno da R. Martim Velho, a menos de100 m do EC (*). Deste modo, justificar a eficiência autotélica da DUP sobre a área do Ed. Coutinho para nela edificar o mercado em causa! Dificilmente se entende qualquer decisão jurídica que não tenha, em reconsiderando, este enviesado caminho e dele nada tenha pesado na não-aceitação da referida DUP, como juízo final!

Viana perde, assim, para os próximos anos, a oportunidade de ser uma cidade moderna, onde a edificação em altura lhe conferiria lugar no cosmopolitismo generalizado que vêm adquirindo os meios urbanos. Veja-se o caso, entre outros, da Póvoa de Varzim, onde esse equilíbrio arquitectónico se vai harmoniosamente impondo. Foi essa a ideia que, certamente, o comendador Fernando Coutinho teve em mente, na elevação do Edifício Jardim (vulgo Coutinho).

Do nosso ponto de vista, não deixa de ser “criminoso” o derrube de um sólido e bem construído edifício com 105 fracções (e capacidade de alojamento de 300 pessoas), que vale uma boa fortuna, para no seu lugar construir um Mercado Municipal declarado de interesse público! E não se trate de mais um outro centro comercial?!…
Viana irá certamente pagar bem mais caro esta estultícia, mesmo que haja qualquer comparticipação de dinheiros comunitários, como se chegou a alvitrar, mas não queremos acreditar.

(*) – Ver exp. fotográfica, “VIANA DE OUTRORA, VIANA DE AGORA”, logo à entrada dos Antigos Paços do Concelho, só até ao dia 07Julho (domingo).