As mensagens diárias recebidas pelos “ephemeros” (sic) durante os meses do confinamento da pandemia de Covid-19 deram origem a um novo livro da coleção da associação cultural Ephemera. A obra foi apresentada na última sexta-feira na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo pelo diretor da Ephemera e pelo médico psiquiatra Júlio Machado Vaz. “O livro, […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.