Continua a decorrer, no Teatro Municipal Sá de Miranda (TMSM), a 3.ª edição do Festival de Teatro de Viana do Castelo.

Amanhã, dia 15 de novembro, a mais recente criação da companhia anfitriã do festival é apresentada em sessão dupla, às 14h30 e às 18h30, no Café Concerto do TMSM: trata-se de Bojador, espetáculo para toda a família, com texto e encenação de Ana Perfeito, cenografia de Ricardo Sá e interpretação de Mané Carvalho e Pedro Roquette, que integra o Programa Nacional de Comemoração do Centenário de Sophia de Mello Breyner. Já às 21h30, na Sala Principal do TMSM, é apresentado Duelo a Muerte Del Marqués de Pickman e lo que aconteció después con su cadáver, uma comédia operática dirigida por Pedro Álvarez-Ossorio, com direção musical de Santiago Martínez e interpretação de Cristina Almazán, Javier Centeno, Paz de Alarcón e Iñigo Núñez, pelo Teatro de la Fundición, de Sevilha.

Para as famílias, e especialmente para bebés e crianças até os três anos, o espetáculo De Cá Para Lá, de Paulo Lage, é apresentado nos dias 16 e 17, às 11h, no Café Concerto do TMSM. Também no dia 16, às 16h, o espetáculo de novo circo Sin Remite da companhia Jean-Phillipe Kikolas, é apresentado no Café Concerto do TMSM, num espetáculo de humor gestual para toda a família. Neste mesmo dia, às 21h30, na Sala Principal do TMSM, o ator Albano Jerónimo apresenta Veneno, texto de Cláudia Lucas Chéu que coloca em questão o conceito ancestral de família na sociedade contemporânea.

No domingo, dia 17 de novembro, às 16h, na Sala Principal do TMSM, um espetáculo de dança para toda a família, pela companhia espanhola Karlik Danza Teatro: chama-se La Vida de Los Salmones e tem coreografia de Susana de Uña e interpretação de Cristina Pérez Bermejo, Chloé Bird e Elena Rocha.

A 18 de novembro, às 14h30, segunda-feira, na Sala Principal do TMSM, para público escolar, a Companhia de Teatro de Almada apresenta Romance da Raposa, adaptação do romance homónimo de Aquilino Ribeiro com encenação de Teresa Gafeira e interpretação de João Farraia, Anabela Ribeiro, João Maionde e Carolina Dominguez, numa criação com cenografia e figurinos de António Lagarto.

Às 21h30, Bruno Nogueira, com o seu novo espetáculo Depois do Medo, que estreou no Teatro Nacional D. Maria II, encerra a terceira edição do Festival de Teatro de Viana do Castelo.

Todas as sessões do festival contam com tradução em Língua Gestual Portuguesa, reconhecimento prévio do palco para cegos e conversas pós-espetáculo. O passe do festival e os bilhetes já se encontram à venda.